Para você que deseja conhecer como funciona o desenvolvimento de um website, saiba que o primeiro passo é planejar cada etapa pré-desenvolvimento. Quanto mais criterioso for o planejamento, menos correções serão feitas durante e após a implementação do projeto.

Antes de começar, você precisa ter em mente que vai precisar registrar um domínio para o seu site.

 

Levantamento de informações do briefing

O planejamento do projeto é iniciado com o levantamento de informações sobre o stakeholder, atividade comumente conhecida como briefing.

O stakeholder é o cliente que contratou o serviço. No âmbito da tecnologia, cliente tem um significado bastante amplo, pois pode ser a pessoa que vai manusear o sistema interno do site (operacional), quem contratou o sistema (empresa) ou o usuário final (visitante).

Pois bem, é no briefing que é definida qual a vertical do mercado que o cliente atua, o que ele espera do projeto, quem são seu público alvo e definição de personas, qual o budget do projeto, estimativa de tempo para desenvolvimento e entrega, entre outras informações fundamentais.

O contrato que é feito posteriormente com o cliente é praticamente um espelho do briefing, identificando o que o contratado se compromete a entregar ao contratante, como e quando será entregue.

É muito importante que ambas as partes estejam de acordo com o contrato estabelecido, pois ele é uma segurança do desenvolvimento e dos recursos a serem implementados no site.

Criação de layout

Nesta etapa do projeto um profissional especializado em UX (User Experience ou Experiência do Usuário) e um designer gráfico planejam a criação de um layout para o site. O layout é a “roupa” que o site vai ter e diz respeito a todas as características e recursos visuais do site.

A escolha do layout costuma ser definida logo no início para que este esteja integrado com a linguagem de programação e configurações técnicas que serão implementadas. Ou seja, visual e estrutura devem ser desenvolvidos em conjunto para facilitar o processo de criação e garantir a qualidade do site.

O layout é criado a partir dos dados contidos no briefing e das preferências passadas pelo stakeholder e pode ser apresentado de inúmeras maneiras para que o contratante realize a aprovação: wireframes, PSD’s, simulação de navegação, entre outros.

Após a aprovação do cliente é iniciado o desenvolvimento das páginas por um desenvolvedor frontend, que irá gerar as saídas em HTML, CSS e JavaScript.

Definição dos menus de navegação

Com o layout elaborado pela equipe de UX, aprovado pelo stakeholder e desenvolvido pela equipe frontend, é iniciado o levantamento do que irá fazer parte da composição do menu do site.

Antes de iniciar as ideias de conteúdo, é recomendado começar pelo menu de navegação, pois assim ficam claras todas as possíveis páginas que o site deverá ter, evitando que sejam realizadas atividades desnecessárias.

É sempre indicado desenvolver o menu tendo em mente o fato de que as informações mais importantes devem ser de fácil acesso do usuário, com a menor quantidade possível de cliques no mouse, obedecendo assim algumas regras de UX.

Desenvolvimento das páginas

Esta etapa é essencial, pois difere as páginas HTML sem muita funcionalidade efetiva do site propriamente funcionando. É recomendável a atuação de um desenvolvedor backend que irá desenvolver integrações necessárias com banco de dados, APIs internas e externas e também a integração com sistemas de pagamento.

É possível desenvolver uma área administrativa para o site, permitindo que os conteúdos, menus e dados gerais sejam gerenciados sem que haja a necessidade de um desenvolvedor participar do processo novamente.

A criação de um ambiente administrativo é essencial para facilitar o gerenciamento do site no dia a dia, além de promover uma economia de custo significativa a longo prazo.

Na etapa de desenvolvimento das páginas, o projeto recebe um sopro de vida e já pode começar a ser testado. Essa fase também é importante, pois nela serão escolhidas as tecnologias que irão compor o seu site, como: linguagem de programação, sistema gerenciador de banco de dados (o SGBD) e bibliotecas externas, por exemplo. Tudo isso irá definir o ambiente de instalação do site posteriormente.

Desenvolvimento dos conteúdos do site

Com os menus de navegação do site definidos já é possível saber quais conteúdos precisam ser desenvolvidos para cada página.

Nessa etapa é necessário dispor de, ao menos, um redator focado e experiente no desenvolvimento de conteúdo voltado para a Internet.

O redator irá criar todos os conteúdos, descrições e palavras-chave de cada página. O conteúdo deve ser objetivo e coerente com a página a qual foi inserido.

Uma dica para o desenvolvimento de um bom conteúdo é realizar a implementação de algumas métricas de SEO no site do stakeholder para impulsionar a performance do website.

Saiba mais como desenvolver um conteúdo especial para o seu site e deixá-lo atrativo

Realize testes antes de concluir o desenvolvimento do website

Esta etapa de pós implementação é o momento no qual ocorre a validação de tudo que foi implementado até o momento. Existem muitas formas e técnicas para testar o funcionamento de um website, mas as mais utilizadas são:

Teste unitário e funcional: Consiste em um código ou robô responsável por testar minimamente o código desenvolvido e o fluxo de utilização do site de forma automatizada, permitindo uma fácil, rápida e prática validação da implementação realizada.

Teste de homologação: É o teste onde o stakeholder e os usuários finais podem testar a utilização do site. O teste é realizado como se estivessem utilizando normalmente, no dia a dia, simulando um ambiente de produção.

 

Definição de ferramentas para gerenciamento do site

Existem muitas ferramentas no mercado que permitem o gerenciamento de um site. Uma ferramenta muito utilizada e essencial para o acompanhamento do seu site é o Google Analytics.

Com o Google Analytics é possível obter informações, como: o número de acessos que seu site recebe diariamente, tempo de navegação dos visitantes, quantidade de novos visitantes, entre outros dados essenciais para análise de performance do site e definição de estratégias.

Se você realiza vendas no seu site e busca como ganhar dinheiro na Internet, no Google Analytics é possível acompanhar a receita de comércio eletrônico, que é o número de vendas e valor em reais de compras realizadas no seu site.

É possível também criar funis de vendas para avaliar os perfis dos compradores, e até mesmo criar listas de remarketing que podem ser utilizadas em suas campanhas no Google Adwords – caso opte em fazer divulgação do seus site com links patrocinados.

Ainda, o Google Analytics oferece relatórios completos e também personalizados para que você tenha acesso às informações do seu site, possa mensurar sua performance e também definir suas ações de marketing digital.

Para começar a utilizar o Google Analytics você precisa criar um conta na ferramenta e instalar a tag de acompanhamento no seu site. É com este script que todos os dados de navegação e tráfego do seu site serão captados pela ferramenta.

Lançamento do site

Após o projeto ter sido totalmente implementado, testado e homologado pelo stakeholder, é chegado o momento de levar o site para a produção e permitir o seu acesso pela world wide web – o famoso www, como é universalmente conhecido.

Daí em diante seu site está apto para ser acessado e divulgado na Internet. Você pode, e deve, utilizar ferramentas de divulgação como o Google Adwords, por exemplo, para impulsionar a performance do seu site.

Conclusão

Como comentado anteriormente, antes de disponibilizar o projeto, é necessário verificar as tecnologias usadas a fim de prover o melhor ambiente possível, que encaixe como uma luva ao site. É recomendável contar com o conhecimento e experiência de um desenvolvedor profissional, que possui todo o know how para esta atividade.

Mas se você não puder arcar com o gasto deste investimento, pode optar por criar seu site pelo criador de sites da própria hospedagem de sites que você irá contratar.

Você viu como funciona o desenvolvimento de um website e após a fase de criação e implementação você deve contratar uma empresa de hospedagem de sites para realizar o gerenciamento do seu site, do servidor e do banco de dados.

Os recursos oferecidos pela hospedagem vão depender do plano contratado. Na Hostinger você encontra soluções completas e planos de hospedagem de sites para cada necessidade.